Fica por dentro das novidades da Tim!

[elfsight_twitter_feed id="1"]

Posts Recentes

privacidade no celular

Privacidade no celular: Como manter sem precisar de downloads?

Existem diversos aplicativos que prometem aumentar ainda mais a privacidade no celular que o usuário tem, protegendo as demais aplicações e dados nelas depositados. Contudo, muitas pessoas se questionam se isso, por si só, não representa um perigo e exposição do celular a danos, evitando esse tipo de ferramenta.

Contudo, é possível garantir a segurança e privacidade de seus dados em seu telefone móvel sem que sejam necessárias instalações de aplicativos diversos, bastando seguir algumas dicas simples.

Confira quais são elas abaixo e garanta a proteção de seus dados sempre que estiver conectado à rede de internet móvel.

privacidade no celular

DICA: Conheça os planos TIM controle e encontre o melhor para você falar, usar Whatsapp e mídias sociais.

Confira 5 formas de manter a privacidade no celular sem precisar instalar um aplicativo dedicado à função

A segurança dos dados é primordial e muitas vezes é colocada em risco por erros comuns e bobos que podem ser facilmente evitados.

Com isso é possível proteger diversos dados pessoais, como números de documentos e cartões de crédito, bem como outros dados de natureza financeira e bancária cuja captação por usuários mal intencionados como hackers podem causar muita dor de cabeça e prejuízos. 

Fotos pessoais também estão dentre os materiais que são buscados por agentes maliciosos que operam na internet. Elas muitas vezes são utilizadas para extorsão por meio de chantagem.

Outros riscos dizem respeito à instalação não percebida de vírus no aparelho, que também pode ser extremamente prejudicial na medida em que diversos dados importantes são costumeiramente salvos no celular. Dentre eles, por exemplo, endereços e senhas, assim como informações de natureza privada.

Separamos para você 5 dicas que são essenciais para garantir a proteção dos dados e a privacidade no celular sem que para isso seja necessária a instalação de um aplicativo próprio. Confira e garanta sua segurança e evite situações constrangedoras e desnecessárias! 

privacidade no celular

1.      Estabeleça senhas numéricas ou desbloqueio perante o uso da impressão digital

A grande maioria dos celulares modernos possui a capacidade de leitura de impressões digitais, ou seja, de biometria. Localizada na tela ou na parte de trás do celular, ela é uma ótima ferramenta para garantir mais segurança ao seu celular e aos dados ali gravados.

Caso o seu celular não tenha esse tipo de sensor, contudo, é possível optar pelo uso de senha comum, numérica, para desbloqueio tanto do aparelho quanto daqueles aplicativos que permitem a adição desse método de proteção.

Embora isso seja simples e passível de ser driblado por pessoas com conhecimento de hacker, oferece uma camada adicional de segurança e de privacidade no celular, sendo um obstáculo inicial à tentativa de invasão.

2.      Cuidado com as permissões dadas aos aplicativos

A maioria dos aplicativos necessita que o usuário conceda permissão para acesso a alguns dados presentes no celular, como câmera, galeria, microfone, lista de contatos e outros.

Porém, não raro as solicitações requeridas não possuem qualquer relação com a função do aplicativo. Considere, por exemplo, um aplicativo de compras como iFood não tem qualquer necessidade de ter acesso à sua câmera ou lista de contatos.

Permissões desnecessárias podem colocar em risco a privacidade no celular do usuário e, consequentemente, dos dados que estão gravados no aparelho. É importante ter cuidado com as que serão concedidas.

Para os aplicativos já instalados e que já tenham permissões diversas de acesso, é possível acessar as configurações de privacidade e não só analisar quais foram dadas, mas também alterá-las.

3.      Mantenha o “Localizar meu aparelho” ativado

Certifique-se de que o rastreamento do telefone móvel esteja sempre habilitado, pois em caso de roubo ou extravio é possível bloquear remotamente as informações e dados que estão no aparelho, assim como o próprio uso do celular. 

4.      Realize as atualizações

É comum que usuários postergar ou ignorem as notificações de atualização disponível para aplicativos nele instalados. Isso, porém, pode gerar danos à privacidade no celular em razão do sistema ficar mais vulnerável quando não estiver devidamente atualizado.

Certifique-se, assim, de que os dispositivos estão atualizados e sempre permita a atualização tanto do sistema quanto dos aplicativos nele instalados.

5.      Mantenha ativada a opção “Não rastrear no seu navegador da Web”

Por fim, nossa quinta e última dica para auxiliar a manter a privacidade do seu aparelho celular diz respeito à manutenção da opção “não rastrear no seu navegador da Web” seja mantida ativada.

A importância disso se traduz na possibilidade de promover o bloqueio a sites e páginas visitadas que eventualmente requerem acesso a dados gravados no celular. Portanto, busque manter a opção ativada e evite conceder vulnerabilidade às informações do seu aparelho.

Outras ações que podem auxiliar na promoção da privacidade no celular é sempre manter dados sensíveis no formato criptografado (como é feito pelo WhatsApp, por exemplo), sempre utilizar redes seguras, instalar um bom antivírus (e mantê-lo atualizado) e também manter a opção de conexão automática com o Wi-fi desabilitada.